top of page
  • Patrícia Segurado Nunes

Importância das dinâmicas familiares no surgir das dificuldades das crianças


Quando se evidenciam problemas nas crianças é mais comum recorrer-se à intervenção individual. Quando os pais têm dificuldades recorrem também eles à terapia individual, apesar da cada vez maior procura de Terapias do casal.


O comum é, portanto, haver intervenções separadas e muitas vezes isoladas, como se as dificuldades fossem somente um dos elementos. Ora, em particular com as crianças, a experiência clínica e os vários estudos realizados com famílias, permitiram o aprofundamento da compreensão das dinâmicas familiares e demonstraram que, apesar de haver espaço e muitas vezes existir uma necessidade de Psicoterapia individual para a criança, quando existe uma Terapia de casal, a resolução do conflito da criança e as suas sequelas têm muito melhor prognóstico.


Na maior parte das vezes, o sintoma da criança é produzido pela dinâmica familiar, o que inclui aspetos do relacionamento dos pais, avós, irmão e outras pessoas da família. Este facto não o caso de culpabilizar a família por estas dinâmicas, até porque em grande parte são situações não conscientes e por isso não intencionais. No entanto, a intervenção técnica permite a clarificação e uma mudança na família levando a situações familiares mais satisfatórias e plenas.


Já nos primórdios da terapia familiar, o investigador Ackerman (1969) afirmou que, muitas vezes, a verdadeira natureza do conflito familiar é negada, deslocada ou projetada noutros laços familiares, como a relação pai(s)-filho(s) e mais recentemente Eiguer denomina de terapia de pais uma outra abordagem com o casal, baseada na parentalidade, quando a terapia familiar não é possível de ser realizada.


De acordo com as fundamentações acima referidas, considera-se hoje em dia que as dificuldade centrada nos sintomas do(s) filho(s) pode ser uma defesa face ao pensar e tentar resolver os conflitos conjugais e parentais, e que, por sua vez, interfere no estabelecimento de um ambiente familiar saudável.

20 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Luto(s)

Kommentare


bottom of page