top of page
  • Patrícia Segurado Nunes

Quando devem as crianças fazer uma psicoterapia?


Às vezes as crianças, tal como os adultos, podem necessitar ou beneficiar de uma Psicoterapia. Os Psicoterapeutas ajudam as crianças e as famílias a lidarem com situações de Stress e com uma grande variedade de problemas emocionais e comportamentais, ajudando a criança a desenvolver habilidades para resolver problemas e também ensiná-los a procurar ajuda.


Muitas vezes os pais recorrem a ajuda especializada quando a crianças evidencia dificuldades na escola, como a ansiedade aos testes, dificuldades de aprendizagem, de atenção ou concentração. Estes são sintomas manifestos de algo se passa e muitas vezes são a “maneira” que a criança encontra para demonstrar o seu sofrimento.


Grande parte das crianças precisam de ajuda para pensar e organizar os seus sentimentos sobre as suas relações familiares, especialmente se há eventos de vida significativos, tais como a morte de um familiar, amigo ou animal de estimação, um divórcio ou uma mudança, um abuso ou uma doença grave na família, que podem causar stress e levar a problemas com o comportamento, humor, sono, apetite e funcionamento académico ou social. Mas outras situações menos evidentes podem também surtir um efeito desorganizador, e apesar de não ser tão claro o que causou sofrimento à criança, de repente, esta parece retirada, ansiosa, preocupada, mal-humorada, zangada ou chorosa.


Se sente que seu filho pode ter um problema emocional ou comportamental ou precisa de ajuda lidar com um evento de vida difícil deve procurar um especialista.


Sinais de que uma criança pode beneficiar em ver um Psicoterapeuta:


  • Atraso no desenvolvimento da fala e linguagem;

  • Dificuldades de aprendizagem ou problemas de atenção e concentração;

  • Dificuldade em estar só ou em elaborar tarefas sozinho;

  • Problemas de comportamento (como raiva excessiva, agindo, incontinência urinária ou distúrbios alimentares);

  • Queda significativa dos resultados escolares;

  • Episódios de tristeza, depressão, choro ou retraimento social e isolamento;

  • Ser vítima de bullying ou exercê-lo sobre outras crianças;

  • Diminuição do interesse em atividades antes apreciadas;

  • Comportamento excessivamente agressivo (como morder, chutar, ou bater);

  • Mudanças bruscas no apetite (principalmente em adolescentes);

  • Insónias ou sonolência aumentada;

  • Absentismo escolar excessivo ou atrasos;

  • Alterações de humor;

  • Desenvolvimento ou um aumento das queixas físicas (como dor de estômago dor de cabeça, ou não se sentir bem), apesar de um exame físico normal pelo seu médico;

  • Sinais de droga, álcool ou outras substâncias;

  • Problemas com as mudanças (separação, divórcio, ou recolocação); Questões relacionadas com os lutos; Abuso sexual, físico ou emocional, ou outros eventos traumáticos.

7 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Luto(s)

Comments


bottom of page